Apesar de não ser mais a época de férias, muitas pessoas planejam uma viagem em março, justamente por ser um mês de baixa temporada, com preços mais baratos para inúmeros destinos.

melhor_viagem

Além do mais, é um período em que é possível aproveitar o verão do Brasil, que ainda está em alta, com temperaturas elevadas para curtir ao máximo (principalmente, quando a viagem é para o litoral).

Pensando nisso, separamos algumas viagens que você pode fazer em março e aproveitar ao máximo alguns dias de descanso.

Vai viajar? Então, confira a nossa lista!

1 – Foz do Iguaçu (PR)

A cidade de Foz do Iguaçu já é um dos destinos preferidos aqui no Brasil. Mas, em baixa temporada, como é o mês de março, você não só aproveita as belezas do local, mas também pode economizar muito.

Em primeiro lugar o preço dos hotéis ficam menores, pois há uma grande diminuição no número de hóspedes. 

Alguns estabelecimentos até usam esse período para fazer a manutenção e instalação de elevadores, bem com outros equipamentos no hotel.

Dessa forma, você pode aproveitar até hotéis cinco estrelas, por um preço muito mais econômico.

Além disso, os pontos turísticos também ficam menos lotados e você pode aproveitar muito mais o seu tempo de passeio.

Por exemplo, o marco das três fronteiras em Foz (Brasil, Argentina e Paraguai) é um lindo lugar para ver o pôr do Sol, mas em alta temporada, fica difícil tirar uma foto bonita, pela quantidade de pessoas.

Em março, com um fluxo menor, dá pra aproveitar a paisagem e ter um belo registro da viagem.

Foz do Iguaçu ainda conta com outros atrativos turísticos, como:

  • O Parque das Aves;
  • As famosas Cataratas do Iguaçu;
  • O trajeto de compras no Paraguai;
  • O Museu de Cera;
  • O Parque dos Dinossauros;
  • Os bares da argentina.

Ou seja, a cidade é um prato cheio para quem quer aproveitar algo diferente, barato e ainda conhecer outros países.

2 – Vale dos Vinhedos (RS)

O Vale dos Vinhedos fica na região da Serra Gaúcha, no Rio Grande do Sul, que engloba as cidades de Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo Sul, sendo um destino muito desejado pelos apreciadores de vinhos e espumantes. 

Embora a época de março ainda tenha um clima quente na maioria do território brasileiro, quando se fala no Sul, é sempre bom ter um cuidado a mais. 

Por isso, é uma viagem indicada para quem não quer uma cidade calorenta.

Sendo assim, a primeira dica é: aproveite a baixa temporada e encontre um hotel aconchegante, com chuveiro elétrico econômico e outros recursos para te proteger do friozinho gaúcho.

Para um itinerário no Vale dos Vinhedos, você pode aproveitar o trajeto das principais vinícolas da região e, ainda, apreciar uma alta gastronomia de influência italiana.

Além do enoturismo, você também se depara com lindas paisagens de campos abertos. É uma experiência para quem deseja fugir dos grandes centros urbanos e relaxar.

Apesar de um pouco longe, quem mora no Estado de São Paulo consegue chegar ao Vale dos Vinhedos de carro. 

A região fica a duas horas da capital gaúcha, Porto Alegre. E, caso prefira, você pode ir de avião até o aeroporto de POA e alugar um carro.

Isso torna a viagem mais cômoda, já que você pode fazer seu próprio itinerário pelas vinícolas.

No entanto, sempre confira sua documentação, caso estiver com a CNH suspensa e vencida, busque uma forma de fazer a renovação, antes de colocar o pé na estrada.

3 – Curitiba (PR)

A cidade de Curitiba também é uma boa opção para quem deseja viajar em março e quer uma opção mais barata.

Além do mais, o destino é um prato cheio para quem não gosta de calor, pois Curitiba tem fama de ter um clima imprevisível, com temperaturas mais baixas em qualquer época do ano.

Uma das grandes vantagens de Curitiba é a facilidade de acesso. Isso porque você pode chegar até o destino de carro ou qualquer outro veículo, mas não se esqueça de cuidar dos preparativos para a viagem.

Se necessário, confira se é preciso fazer o emplacamento de moto nova, antes de sair rumo ao seu destino.

Curitiba também é uma opção para quem não dispõe de muitos dias para viajar. Em um final de semana, já é possível conhecer bastante coisa na cidade, incluindo os principais pontos turísticos e os bares locais.

Para quem deseja se locomover sem ter que dirigir, pode aproveitar as ótimas condições do transporte público da região, com linhas específicas para as atrações de turismo.

4 – Belo Horizonte (MG)

Só de saber que Belo Horizonte fica em Minas Gerais, já dá vontade de conhecer a cidade. Afinal de contas, nada melhor que um bom jeitinho mineiro para receber os turistas, não é mesmo?

A capital de Minas Gerais é muito fácil de ser percorrida, sendo um destino altamente recomendado para passar um feriado prolongado, ou aproveitar um final de semana em baixa temporada.

Assim como toda cidade grande, Belo Horizonte oferece inúmeras possibilidades de passeios, como restaurantes de comida típica, música ao vivo, museus, bares, além de paisagens belíssimas.

Outro ponto vantajoso diz respeito ao preço para a viagem. Em geral, as diárias em um bom hotel, com box para banheiro de vidro, suítes e um café da manhã colonial, são bem mais em conta, principalmente na baixa temporada.

Vale dizer que, para economizar ainda mais, é possível chegar até Belo Horizonte de carro.

Para quem vai encarar a estrada com o próprio veículo, as principais formas de acesso são pela BR-040 (para quem chega do Rio de Janeiro e de Brasília), BR-381 (para quem chega de São Paulo) e a BR-262 (para quem chega do Espírito Santo).

Assim como toda viagem de carro, é recomendável verificar as condições do veículo. Veja se não há necessidade de fazer uma revisão e um envelopamento automotivo camuflado, antes de rodar por aí.

5 – Vitória (ES)

O Espírito Santo é um dos Estados mais ensolarados da região sudeste, sendo indicado para pessoas que gostam de curtir uma boa praia e querem conhecer algo diferente.

O cartão-postal da região de Vitória é a Vila Velha, local onde fica o Convento de Nossa Senhora da Penha, no alto do morro. 

Além disso, é possível conhecer a fábrica de chocolates da Garoto e o Museu Ferroviário.

Em comparação à outras praias do sudeste, como as de São Paulo e Rio de Janeiro, as hospedagens de Vitória são muito mais baratas, especialmente, na baixa temporada.

Lá, você consegue um apartamento com controle de acesso condominial pela metade do preço, em comparação com a capital carioca, por exemplo.

Vitória também concentra muita história em suas ruas. Na cidade, você pode conhecer um pouco mais sobre o Brasil e, ainda, saborear uma culinária típica, como a famosa torta capixaba (com recheio de frutos do mar e palmito).

6 – Aracaju (SE)

A cidade de Aracaju, localizada em Sergipe, no nordeste brasileiro, é um dos destinos mais recomendados para o mês de março. 

Além do preço barato das diárias do hotel, esse período costuma ter muitas promoções aéreas, o que pode ser uma tremenda economia.

Ou seja, você pode encontrar uma passagem muito barata e ainda usufruir de um hotel de frente à praia, com tela de proteção para sacada, onde você pode ver o mar.

Mas, para quem pretende visitar Aracaju, já é bom saber que a cidade oferece muito mais do que as praias. Entre algumas dicas de pontos turísticos, temos:

  • O oceanário de Aracaju, o primeiro do Nordeste;
  • A Passarela do Caranguejo, com bares e restaurantes típicos;
  • A Passarela do Artesão, com feira de artesanato local;
  • O Arcos de Atalaia, com lindos monumentos e paisagens.

Além disso, Aracaju é muito próxima de outras cidades do Nordeste, como São Cristóvão, a Ilha dos Namorados e a Crôa do Goré. 

Para quem é fã de museus, é possível conhecer o Museu da Gente Sergipana, do mesmo criador do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo. 

Com uma exposição totalmente interativa, você pode conhecer mais sobre a história do Brasil e curiosidades sobre o nordeste brasileiro, além de saber detalhes sobre música, vestuário, gastronomia, festividades e a arquitetura de Sergipe.

Conclusão

Se você tem a oportunidade de viajar em março, não perca tempo.

O mês é considerado uma das melhores épocas para viajar, pois além de economizar com diárias e passagens, você ainda pode aproveitar ao máximo dos pontos turísticos, sem aquele congestionamento e o grande fluxo de pessoas.

Portanto, prepare as malas e pé na estrada!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui