Kombi Home: o que é e como escolher a sua

13 de abril de 2020
O Viajante

Já pensou em transformar seu veículo na chamada “kombi home” e viajar com ela? Desta forma, as velhas conhecidas dos fãs brasileiros ganham uma nova moldagem, e passam ser vistas de uma outra maneira.

Com a sua kombi home, o que você tem, na prática, é uma casa móvel, que viaja junto com você. Os tipos de customização aos quais você pode recorrer são diferentes, mas todos servem para transformá-la na sua cara. Veja como fazer a sua!

Pensando no modelo da sua Kombi Home

O primeiro passo para a jornada da sua kombi home é saber qual tipo dela comprar. Isso varia de acordo com algumas especificidades, como o tipo de documentação e, claro, o modelo que combina mais com você. Por isso, vamos separar em duas etapas.

  1. Sobre a documentação

Com relação à documentação, a kombi home tem uma variação particularmente na quantidade de pessoas e de carga que pode levar. A legislação prevê que algumas podem carregar mais passageiros, enquanto outras menos. Por isso, há a variação.

Neste caso, por certo, o que você deve ter em consideração é quantas pessoas deseja levar na sua kombi home. Sua família é numerosa? É só para você? Para você e sua esposa ou marido? Pense bem e decida sobre as seguintes:

  • Tipo furgão: neste caso, é previsto que a sua kombi pode levar um total de 3 pessoas na cabine (com o motorista entre eles). Além disso, pode levar carga junto – o que é sempre valioso, porque você terá bagagens.
  • Tipo padrão: a standard, ou padrão, tem um uso misto, e pode levar na mesma proporção passageiros e bagagens. É aquela que estamos mais habituados a ver.
  • Tipo de passageiros: a específica para passageiros pode carregar até 9 deles, com o motorista entre os nove.
  • Sobre o modelo

Agora, chegou a vez de escolher qual modelo de kombi home se adequa mais a você. Vamos às principais:

  • Modelo corujinha: os fabricados até 1975.
  • Modelo clipper: fabricados entre 1976 e 1982.
  • Modelo de freio a disco: fabricados entre 1983 e 1996.
  • Modelo de teto alto e carat: fabricado entre 1997 e 2013.
  • Modelo last edition: o modelo final deste veículo, de 2013. Nos anos 2000, recebeu ainda outras melhorias.

Como comprar o modelo certo

Bom, até aqui você viu que é possível selecionar a kombi home a partir do modelo dela. Dessa forma, selecionar aqueles que mais combinam com as suas necessidades e com o seu gosto é o passo inicial, que você já deve ter dado.

Chegou a hora, portanto, de ir além disso. Afinal de contas, como saber como comprar o modelo certo se você não possui experiência? Como não ser enrolado? Como não errar no momento da compra?

O ideal é que você leve junto, para o local da compra, alguém que entenda de mecânica. Se já for um “kombeiro”, melhor ainda, porque já vai conhecer os pormenores do veículo e ajudar a avaliar seus pontos fortes e fracos.

Em primeiro lugar, é importante salientar que estes modelos costumam ter uma estabilidade ruim. Portanto, você deve, antes de tudo, observar como é o alinhamento da kombi que está observando, além das condições as quais o chassi se encontra. Veja se nas longarinas não há emendas ou trincas, o que pode ser sinônimo de problema no futuro.

Depois disso, observe também a direção. Como ela tem um sistema similar ao do fusca, observe se há folgas. É normal que haja, mas não superior a um quarto de volta no volante.

Tome ainda os cuidados habituais. Observe se o câmbio não arranha, se o motor já está cadastrado, se há algum chiado nele (em especial se for movida a GNV), etc. Estes cuidados garantem uma melhor escolha.

Após comprar o seu modelo

Certo, depois de considerar as etapas indicadas nas duas primeiras seções, você já deve ter escolhido qual modelo é o ideal para você e já deve ter comprado ou se informado melhor sobre a compra. Agora, chegou a hora de ir além.

É praticamente impossível comprar algo que esteja perfeito como você deseja e sonha. Além disso, por mais que você tenha se esforçado em realizar a compra da melhor kombi home, é preciso ir a um mecânico e conferir tudo.

  • Procure um mecânico de confiança e cheque o motor
  • Troque o óleo (jamais complete)
  • Troque também o filtro de óleo
  • Observe outros itens, como a correia dentada, os freios, o cabo da embreagem, etc
  • Avalie as condições do sistema que liga o tanque de combustível ao motor

É importante você tomar essas ações de prevenção quanto ao funcionamento do veículo.

Afinal de contas, se está comprando, é melhor torná-la o mais novo possível, até porque você nunca vai saber como o antigo dono usava e em quais condições mantinha o veículo.

Personalize a sua kombi home

Esta etapa final é a que, de fato, vamos transformar a kombi em home. Ou seja, é aqui que você vai transformar ela no seu lar, observando-a não apenas como um veículo, mas um local em que você poderá passar parte dos seus dias.

A personalização deve ser feita em oficinas específicas. Por isso, você não deve levar a sua kombi home para qualquer lugar. Antes de tudo, verifique se o local está apto a realizar o serviço e se já existem outros clientes satisfeitos com o serviço.

Os modelos ficam bem completos, e você vai se surpreender com tudo que cabe dentro de uma kombi. Desde a cama até uma ampla diversidade de armários, frigobar, microondas e instrumentos de refrigeração podem ser colocados.

Para saber como fazer, pergunte-se o seguinte:

  • Qual é a finalidade? Turismo de final de semana, temporada de férias em local próximo ou viagens longas, como uma internacional?
  • Qual é o número de pessoas que vai viajar na kombi? A personalização para uma pessoa ou para uma família numerosa varia.

Por isso, a kombi home é uma boa opção aos que gostam de viajar e dirigir. Se você tem este espírito aventureiro, comece a considerar a hipótese de comprar a sua própria!