Saiba como funciona o turismo de negócios

Você já ouviu falar em turismo de negócios? Apesar de o conceito ser relativamente novo no segmento, ele sempre foi praticado por pessoas que se deslocam por motivos profissionais, mas que também querem aproveitar as vantagens do local.

Durante muito tempo, o viajante que precisava ir a um determinado destino para passar por treinamentos de negócios, ou que tinha uma viagem marcada para atender a um cliente, não era reconhecido como um turista. 

Porém, as características de quem viaja a trabalho e de quem viaja a passeio são bastante semelhantes, o que fez com que o conceito de turismo de negócios fosse conquistando o seu espaço. 

Isso porque um profissional que precisa de um traslado executivo depende do transporte no período da mesma forma que uma família que deseja fazer um tour na cidade, o que faz com que os serviços buscados por ambos os perfis sejam bem parecidos. 

Quem atua na área precisa estar sempre em busca de entender o perfil dos seus consumidores, de modo que pesquisar os padrões de consumo pode ser um fator determinante para o sucesso do negócio, pois possibilita que se ofereça o que o cliente precisa. 

Assim, o portfólio de serviços de um hotel, por exemplo, não precisa estar limitado a passeios e atividades de lazer apenas para quem está de férias, podendo ser ampliado para atender quem viaja a trabalho. 

Se você se interessa em conhecer esse cenário e quer aprender mais sobre como funciona e como cresce o turismo de negócios no Brasil, siga na leitura deste conteúdo e saiba mais sobre o tema. 

O que é o turismo de negócios?

As viagens sempre foram vistas como momentos de diversão e lazer, sendo planejadas por quem está de férias e quer desfrutar de serviços de hotelaria, de alimentação e passeios em pontos turísticos.

Porém, como não poderia deixar de ser, um profissional pode precisar se deslocar para outra cidade ou estado para prestar um serviço de consultoria ambiental contratado por um cliente de outra localidade. 

Essa situação é cada vez mais comum, uma vez que empresas que desejam expandir a sua atuação investem na captação de clientes em todo território nacional. 

Mas além da prestação de serviço, ainda existem outros encontros comuns para quem viaja a negócios, tais como:

  • Visitas técnicas;
  • Feiras;
  • Congressos;
  • Convenções; 
  • Seminários;
  • Workshops;
  • Entre outros. 

Por isso, um profissional que viaja para fazer um curso segurança do trabalho, por exemplo, pode muitas vezes permanecer mais tempo hospedado em um hotel, assim como depender mais de serviços de alimentação e aproveitar os pontos turísticos do local. 

Dessa forma, o turismo de negócios é um segmento importante, que deve ser valorizado por estabelecimentos do setor, que precisam criar soluções direcionadas para esse público. 

Afinal, quem viaja a trabalho pode precisar retornar ao local em outros períodos, sendo fundamental investir em ações que fidelizam o cliente e façam com que ele queira retornar e desfrutar dos mesmos serviços já conhecidos e aprovados. 

O desenvolvimento do turismo de negócios

O turismo sempre foi um setor muito aquecido no mundo todo. No Brasil, em especial, ele vem ganhando cada vez mais relevância e contribui para o crescimento econômico, como acontece com as empresas de fiscalização de obras, por exemplo. 

Em São Paulo, os números do turismo de negócios são impressionantes: 75% dos hóspedes de um hotel fecham um pacote devido a uma viagem profissional. 

Sendo assim, o segmento já conta com mais de 15 mil colaboradores atuantes, mostrando o quanto ele contribui para a geração de novos empregos. 

Mas além do estado de São Paulo, algumas outras cidades também estão em constante crescimento no turismo de negócios. Alguns exemplos práticos são locais como Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte, Salvador, Fortaleza, etc.

Ao se considerar todos os tipos possíveis de encontros de negócios, que podem ser promovidos por uma industria de uniformes profissionais ou por empresas do segmento de alimentação, estima-se que 1900 eventos ocorram anualmente no Brasil. 

Isso pode significar, em quantidade de participantes, 30 milhões de pessoas que se mobilizam para comparecer a essas atividades, sendo que esse número inclui profissionais brasileiros e até mesmo do exterior. 

Tudo isso mostra a importância do turismo de negócios para a indústria, uma vez que gera uma demanda relevante para companhias dos mais diversos nichos do mercado. 

Algumas das principais necessidades desse setor são: compra de passagens aéreas, aluguel de veículos, consumo de alimentos e reserva de quartos de hotel. 

Com isso, as empresas de automação industrial também recebem um aumento de pedidos, já que os estabelecimentos especializados em turismo buscam meios de otimizar os seus processos e melhorar o atendimento ao cliente. 

Além disso, os pontos turísticos de diversas cidades no Brasil também são impactados positivamente com o turismo em negócios, uma vez que quem está na localidade para atender a um cliente aproveita o tempo livre para conhecer esses espaços. 

Dessa forma, um hotel que já apresentava potencial de crescimento, começa a expandir as suas instalações, contratando os serviços de empresa de móveis planejados, selecionando novos funcionários, buscando mais fornecedores, etc. 

Por isso, é possível perceber o quanto o turismo de negócios contribui para o crescimento da economia, e ajuda a indústria local a se fortalecer como um todo. 

O turismo de negócios e o seu impacto nas empresas

Que os empresários buscam capacitar cada vez mais os seus colaboradores, disso ninguém duvida. 

Não à toa, o investimento realizado por uma empresa de portaria virtual para que os seus funcionários aprimorem a mão de obra, matriculando-os em um curso em outra cidade, por exemplo, influencia diretamente no setor de turismo em negócios.

De acordo com dados da Associação Latino Americana de Gestores de Eventos e Viagens Corporativas (ALAGEV), em 2018 os gastos das companhias com eventos corporativos aumentaram, conforme informado por 46% dos gestores das empresas participantes.

Mas não foram apenas os custos dos negócios que aumentaram. A quantidade de treinamentos realizados nos mais diversos setores também subiu, o que faz com que o turismo de negócios seja um ponto fundamental no planejamento de qualquer marca. 

Sendo assim, as empresas que foram entrevistadas pela ALAGEV estimam um crescimento desse tipo de investimento nos próximos anos, já que os eventos corporativos fazem parte da formação dos colaboradores do estabelecimento. 

De qualquer modo, é importante ressaltar que a programação dos custos de turismo em negócios não inclui diárias em hotéis de luxo, por exemplo, já que é preciso ajustar os gastos da viagem para que caibam dentro do orçamento da empresa. 

Mas também é possível encontrar soluções interessantes: grandes companhias prestadoras de serviços, como as de aplicativo de transporte, possibilitam a criação de uma conta corporativa, somando os gastos de diferentes profissionais em um único registro. 

Além de oferecer vantagens para o estabelecimento que utiliza o serviço de forma constante, ainda auxilia na administração dessas despesas, facilitando o controle desse tipo de investimento empresarial. 

Consumo pessoal em viagens de negócios

Muitos profissionais aproveitam para incrementar a sua viagem de negócios, desfrutando da infraestrutura patrocinada pela companhia onde trabalham e ampliando os seus consumos pessoais em diferentes localidades. 

Assim, uma pessoa que possui uma agenda a ser cumprida em outra cidade, utiliza o seu período comercial para atender às demandas do trabalho, e aproveita os fins de semana e noites disponíveis para conhecer a gastronomia e os locais desejados por turistas. 

Dessa maneira, se antes uma determinada cidade contava com o aquecimento econômico apenas em altas temporadas, hoje é possível perceber o aumento de visitantes em diferentes períodos do ano. 

Afinal, ao aproveitar melhor a sua viagem de negócios, o profissional também usufrui de momentos de lazer, tendo maior facilidade para descansar e ampliar a sua cultura pessoal. 

Considerações finais

Como é possível ver, o turismo de negócios vem conquistando o seu espaço de maneira interessante, pois alia uma necessidade profissional a momentos de diversão, contribuindo para maior bem-estar e produtividade dos colaboradores. 

Justamente porque essas opções estão cada vez mais presentes no horizonte de muitos profissionais, a demanda por serviços de hotelaria, de alimentação, de transporte e de passeios em geral vem crescendo e trazendo oportunidades para o setor. 

Levando isso em conta, é importante que as empresas do segmento encontrem meios para personalizar esse tipo de serviço, de forma que possam oferecer as alternativas mais atrativas para quem precisa viajar a trabalho e quer aproveitar a estadia. 

Elas podem ser vistas tanto em um pacote de hotelaria completo, com upgrade de quarto, refeições inclusas e traslado diário para o evento corporativo, como também com a contratação de um guia turístico para ajudar no tour por toda a região. 

Sendo assim, as oportunidades que o turismo de negócios traz para o crescimento econômico brasileiro podem ser colhidas por todos os lados, mostrando a sua importância e a sua potencialidade de desenvolvimento. 
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta