Turismo industrial: você sabe do que se trata?

O turismo industrial é uma prática que vem crescendo muito nos últimos anos, principalmente no segmento mais jovem, já que a visita a fábricas e parques industriais colabora com a escolha da futura profissão de muitas pessoas.

Em resumo, o turismo industrial ocorre quando empresas de qualquer segmento, como uma fabrica de tecidos, uma estação de tratamento de esgotos ou uma indústria de papel, abrem suas instalações para receber um grupo de pessoas convidadas. 

A intenção é apresentar o estabelecimento, a estrutura, as formas de produção e a tecnologia usada.

Além disso, muitas fábricas também destacam suas boas práticas, como forma de mostrar um pouco do dia a dia dentro do empreendimento.

A seguir, acompanhe um pouco mais do que se trata o turismo industrial, seus benefícios e o porquê a prática vem crescendo a cada dia.

Existe turismo industrial no Brasil?

Sim, o turismo industrial se tornou muito comum em nosso país, devido a grande diversidade de fábricas e complexos de produção existentes no território nacional.

Embora qualquer grupo de pessoas possa visitar uma instalação durante uma viagem, o turismo industrial é frequente com excursões escolares. 

Isso porque em uma estação de tratamento de efluentes industriais, por exemplo, os alunos podem ver na prática muitos conceitos que aprendem nas aulas de Química, Física e Biologia.

Essa modalidade turística já é muito comum nos Estados Unidos. Empresas como a Boeing e a Everett, oferecem um tour completo pelas linhas de montagem dos aviões. Até mesmo para os adultos e crianças, a experiência é muito marcante.

As fábricas de chocolate e bebidas também disponibilizam ótimas visitações aos turistas, com direito à degustação de produtos e acompanhamento de todas as etapas de produção dos alimentos – desde a transformação da matéria-prima, até a embalagem do produto.

No Brasil, alguns cases de sucesso no ramo do turismo industrial são as fábricas da Garoto, Nestlé e Natura. Além disso, há empresas que têm como fonte de renda a visita de turistas, como é o caso das vinícolas da Serra Gaúcha e as fábricas têxteis da região de Blumenau.

Importante ressaltar que o turismo industrial é feito com o acompanhamento de um gestor do local, responsável por apresentar as atividades dentro da empresa, explicar o funcionamento de máquinas e mostrar os diferenciais da fábrica.

Além disso, os turistas precisam seguir todas as normas de segurança estabelecidas, como o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) dentro das instalações industriais.

Quais os benefícios do turismo industrial?

O turismo industrial traz benefícios tanto para os visitantes quanto para as empresas. Isso porque, ao final do tour, a indústria fortalece a sua marca através da comercialização ou até brindes para que os turistas se “lembrem” do empreendimento.

Uma empresa de reciclagem, por exemplo, pode fornecer camisetas, bonés, chaveiros e outros produtos feitos a partir da transformação de materiais. 

Dessa forma, os visitantes irão não só ter uma boa imagem da empresa, mas também recomendar e falar bem do fábrica para outras pessoas.

As fábricas podem montar um ponto de alimentação, com lanches rápidos, para oferecer ainda mais conforto aos turistas e, ao mesmo tempo, aumentar o faturamento dos negócios.

Grande parte das indústrias não cobra a entrada dos visitantes, visto que o interesse é justamente promover a marca.

Para os turistas, a modalidade de visitação às indústrias, parques e empresas é uma forma de obter conhecimento prático, sobre muitos conceitos vistos em sala de aula. 

Não é à toa que as excursões escolares, em geral, oferecem como destino aos estudantes um dia de tour pelas fábricas.

Além disso, muitos estabelecimentos contam com museus dentro de suas instalações. Por exemplo, empresas de automação industrial podem ter uma sala para trazer os avanços técnico-científicos de cada época, para que os visitantes conheçam um pouco da História.

Em tempos em que se busca agregar valor às viagens por meio de conhecimento, muitas pessoas procuram esse tipo de experiência, indo além dos pontos turísticos convencionais.

Para as crianças, o turismo industrial pode ser uma ótima forma de despertar a consciência sobre questões ambientais. 

Em um processo de descarte de lixo eletrônico, por exemplo, é possível ensinar de maneira lúdica e visual a importância da destinação correta dos resíduos, já que eles podem causar vários impactos na natureza.

Ainda para os visitantes, o turismo industrial é uma oportunidade de consumir produtos únicos, muitas vezes não disponíveis em lojas convencionais. 

É o que ocorre nas vinícolas da Serra Gaúcha, visto que muitos vinhos somente são vendidos dentro das próprias empresas.

Desse modo, o turismo industrial oferece vantagens para todos e, por esse motivo, a modalidade vem crescendo cada dia mais no mercado mundial.

Nos últimos anos, a região de São Bernardo dos Campos, na ABC paulista, atraiu muitos visitantes interessados em acompanhar a linha de automóveis e como funciona uma empresa de montagem industrial da localidade. 

Isso ajuda a compreender a importância econômica, histórica e cultural da indústria automobilística, considerada uma das mais importantes do Brasil.

Estima-se que mais de 2 mil empresas abram suas portas para os turistas. Inclusive, o Ministério do Turismo incentiva a modalidade, destacando os benefícios da visitação às indústrias e fábricas durante congressos internacionais e programas políticos.

Como é realizada a visita às fábricas?

As visitas são sistematizadas por meio de um roteiro específico, com dias e horários agendados. 

É recomendável que o guia turístico, responsável pela excursão ou os próprios interessados entrem em contato com a empresa antes de fazer a visita.

Isso porque em alguns casos, somente uma certa quantidade de pessoas é permitida, como forma de evitar transtornos, promover uma interação mais próxima e também cumprir os requisitos básicos de segurança.

Assim, criam-se espaços nas fábricas para que os turistas possam circular nas unidades, conhecendo o processo produtivo, mas sem afetar a produção ou ser colocado em qualquer situação de risco.

Os guias das fábricas mostram as instalações das empresas, contam a história do estabelecimento e, além disso, trocam informações e conhecimentos com os turistas. 

Por exemplo, como é feita a remediação ambiental, quais produtos são usados, os processos químicos envolvidos, etc.

Normalmente, o itinerário de um turismo industrial envolve as seguintes experiências:

  • Apresentação de um vídeo institucional ou palestra;
  • Acompanhamento das etapas de transformação de materiais;
  • Acompanhamento da fabricação dos produtos;
  • Ida a um museu ou outros espaço dentro da empresa;
  • Pausa para um lanche em áreas comuns;
  • Finalização da visita.

É importante que ao final da visita, o turista saia com uma boa imagem da empresa. Por isso, no turismo industrial, as fábricas devem investir em recursos para a promoção do bem-estar e de experiências únicas.

Visitas às fábricas, locais de patrimônio industrial e museus técnico-científicos são oportunidades para os turistas descobrirem as regiões de maneira diferente, indo além do turismo de massa. 

Por esse motivo, o turismo industrial é conhecido pelo seu grande know-how e por propiciar descobertas fantásticas aos visitantes.

Vale dizer que um dos setores de maior interesse no turismo industrial é o de alimentos. As pessoas querem saber como é produzida a comida que elas consomem. 

Além disso, é uma ótima oportunidade de provar sabores diferentes, como sucos de laranja antes de serem processados, leites in natura, entre outros produtos.

No entanto, empresas dos mais diferentes segmentos podem aproveitar dos benefícios do turismo industrial, desde que tenham um planejamento detalhado para introduzir a modalidade em suas instalações e promover uma boa experiência aos visitantes.

Conclusão

O turismo é um dos segmentos que mais cresce no Brasil. De acordo com dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em 2019 o setor criou mais de 25 mil vagas de empregos e teve um faturamento de R$ 136,7 bilhões.

O ramo de restaurantes e transporte de passageiros representa 80,5% da receita do turismo, com faturamento de R$ 10,844 bilhões e R$ 5,641 bilhões, com crescimento de 4,9% e 20,2%, respectivamente.

Em conjunto a este cenário, a modalidade de turismo industrial também desponta, com a procura cada vez mais frequente por visitas às fábricas, empresas e montadoras, como maneira de ir além dos pontos turísticos tradicionais.

Visto que as pessoas estão cada vez mais atentas aos conhecimentos compartilhados e querem ter experiências únicas, o turismo industrial aparece como uma alternativa diferenciada e que proporciona momentos únicos de aprendizado e entretenimento.

Desse modo, o esperado é que o turismo industrial desponte no Brasil, assim como no resto do mundo, oferecendo novas oportunidades para empresas e turistas, indo além do convencional.
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta