SAIBA COMO VIAJAR PARA EL CALAFATE

Viajar para El Calafate é a base para se descobrir algumas das paisagens mais impressionantes da Patagônia –- e de todo o nosso continente. A 80 km do Parque Nacional Los Glaciares, a pequena cidade recebe turistas do mundo inteiro, que vão conhecer e se curvar diante do majestoso glaciar Perito Moreno.

Com mais de 250 quilômetros quadrados de área (mais do que uma Buenos Aires inteira!), o Perito Moreno é uma geleira incrivelmente acessível, e infinitamente fotografável. Não dá nem pra entender,  como assim, a gente pega uma horinha e meia de van no centro da cidade, e já dá de cara com esse monumento, sem precisar de escalada, sem embarcar em expedição para o Ártico, nem nada disso?

Aproveite a viagem para navegar pelo belíssimo Lago Argentino e adicionar outras geleiras ao seu repertório, e, se for de aventura, não deixe de viver a experiência de fazer um trekking sobre o Perito Moreno.

Junto com a compra da passagem e a reserva do hotel, não se esqueça de tomar mais uma providência antes de embarcar: comprar um segundo cartão de memória para sua câmera. Você vai precisar… quer viajar para El Calafate? Confira essas dicas:

QUANTOS DIAS  DEVO PASSAR EM EL CALAFATE?

Viajar_para_El_Calafate
Viajar para El Calafate

Ao Viajar para El Calafate leve em consideração o seguinte: Descontados os dias de chegada e de saída, 3 dias inteiros (ou seja, 4 pernoites) são o suficiente para se conhecer as geleiras, fazendo os passeios verdadeiramente imperdíveis no Parque Nacional Los Glaciares:

  • 1 dia para o passeio pelas passarelas do Perito Moreno;
  • 1 dia para a navegação Ríos de Hielo Express, para ver as geleiras Upsala e Spegazzini;
  • 1 dia para o minitrekking no Perito Moreno (ou para o trekking Big Ice).

Adicione mais um dia inteiro se quiser incluir um passeio alternativo na sua programação – como a visita a uma estancia, tour de 4×4, cavalgada ou passeio de caiaque – ou para fazer um bate-volta a El Chaltén.

MAIS DIAS PELA PATAGÔNIA

A 5 horas de ônibus de El Calafate, Puerto Natales, no Chile, é a cidade mais próxima do parque de Torres del Paine. Passar 2 dias na cidade proporciona uma visita mais proveitosa e descansada ao parque do que os passeios bate-volta que saem de El Calafate. Se ficar 3 ou 4 dias você também vai poder fazer passeios de navegação a glaciares chilenos.

A 1h20 de avião, Ushuaia tem passeios suficientes para ocupar 4 dias (não fique menos do que 3).

Se desejar passar esses 3 dias e aproveitar cada detalhes deles, pode entrar em contato conosco da Funny Times e solicitar uma excursão antes mesmo de viajar.

QUANDO E COMO VIAJAR PARA EL CALAFATE?

Não dá para julgar quem, nascido e criado em um país tropical, acabe associando “geleiras” a “inverno”. Mas, por mais incrível que pareça, a melhor época para ver as geleiras ao decidir viajar para El Calafate são os meses mais quentes do ano, e o inverno é a estação a se evitar.

A alta temporada em El Calafate vai de outubro até a Páscoa, e os meses mais concorridos são janeiro e, especialmente, fevereiro. Se puder viajar para El Calafate entre novembro e dezembro, tanto melhor.

Não use o mesmo raciocínio de fugir da alta temporada que costumamos aplicar à maioria dos destinos de viagem. Não haverá vantagem (na verdade, só haverá desvantagens) em se viajar fora da alta.

VERÃO

Quanto mais perto do verão, mais agradáveis vão ficando as temperaturas, e mais longos serão os dias, com mais horas de sol. Em alguns momentos do dia, você pode até conseguir tirar o casaco, estando no centrinho. E mesmo durante a estação mais quente do ano, ao cair da noite faz aquele friozinho gostoso, e perto das geleiras vai ser sempre necessário um abrigo bem reforçado.

Ainda mais importante: entre outubro e a Páscoa, todos os passeios estarão em operação.

A época mais cheia que você pode escolher e decidir  viajar para El Calafate é ao redor do dia 15 de fevereiro, quando se comemora o batismo do Lago Argentino na Fiesta del Lago, e uma série de eventos culturais e esportivos acontece na cidade. Evite, ou procure organizar as reservas de passeios e hospedagem com alguns meses de antecedência.

O QUE LEVAR NA MALA?

Mesmo no verão, é importante carregar na mala todos os acessórios de praxe das viagens de inverno. Segunda pele térmica, cachecol, gorro, luvas, calçado impermeável e de sola antiderrapante, casaco fleece.

Não esqueça também de levar óculos escuros, filtro solar e protetor labial. E o mais importante de tudo: uma jaqueta corta-vento, imprescindível nos passeios de barco e caminhadas.

DINHEIRO E CÂMBIO EM EL CALAFATE

Não há casa de câmbio formal ao decidir viajar para El Calafate (já houve, mas fechou). No aeroporto existe só caixa automático, e no terminal rodoviário não há nem isso (mas existem caixas na rua principal, pertinho da rodoviária).

O câmbio é feito nos bancos, como no Banco Nación (Avenida Libertador, 1133) e no Banco Tierra del Fuego (25 de Mayo, 34). 

O expediente bancário em El Calafate é de 8h às 13h, de segunda a sexta; horário em que é bem provável que você esteja fazendo passeios. Portanto, já chegue com pesos trocados a El Calafate. Algumas agências de receptivo fazem preços ligeiramente melhores para pagamento de passeios em pesos cash (‘efectivo’).

CONCLUSÃO

Se você vai passar alguns dias em Buenos Aires antes viajar para el Calafate, faça seu câmbio em Buenos Aires (de reais por pesos, ou de dólares por pesos). Na capital você vai conseguir a melhor cotação possível para o seu dinheiro. Atualmente o melhor câmbio para reais é nas agências do Banco Nación dos aeroportos Ezeiza e Aeroparque; para dólares, nas corretoras da calle Sarmiento. 

Se você vai direto a El Calafate, com apenas uma conexão rápida em Buenos Aires, prefira levar dólares. Tente trocar no Banco Nación do aeroporto em Buenos Aires (Ezeiza ou Aeroparque), entre um vôo e outro. Na pior das hipóteses, com atraso no vôo ou filas grandes para câmbio, você vai desembarcar com dólares em El Calafate.

Não esqueça que a Funny Times possui uma série e pacotes exclusivos de excursão e tour pela cidade de El Calafate te esperando.

Leave a Reply